Entrar Assine

Notícia principal

O que você quer ser quando crescer? Crianças falam sobre o concurso dos sonhos

O que você quer ser quando crescer? Crianças falam sobre o concurso dos sonhos

Resumo: Para comemorar o Dia das Crianças, conversamos com estudantes de 12 e 13 anos para descobrir que carreiras públicas eles desejariam seguir. Surpreenda-se com as respostas!


Quem nunca escutou a frase "O que você vai ser quando crescer?". Durante a infância, sempre somos questionados sobre que profissão adotaremos no futuro. Alguns desejam ser astronauta, jogador de futebol ou artista. Mas será que as crianças também pensam em seguir profissões com possibilidade de ingresso na carreira pública? 
 
Para descobrir isso, a reportagem da FOLHA DIRIGIDA Online conversou com alunos do 7º ano da Escola Municipal Rivadávia Corrêa, no Rio de Janeiro. E as respostas foram surpreendentes. Desde professor e advogado até diplomata e biólogo da Marinha. Confira!
 
Crianças dizem qual carreira pública querem seguir quando crescer
Dia das Crianças: alunos de escola no Rio contam qual carreira
pública querem seguir quando crescer
 
Arianna Silva, de 13 anos, gostaria de ser médica cirurgiã. O motivo? Gostar de sangue! "Eu adoro ajudar as pessoas e gosto muito de sangue", exclamou a aluna. Já Kaúã Barbosa, de 12, tem o sonho de seguir os passos do pai e ser engenheiro. "Eu gosto muito de obras e já fui no local onde meu pai trabalha. Mas para conseguir ser engenheiro, sei que terei que me especializar mais em Matemática", avalia.

. Confira cinco passos para a vaga dos sonhos.
 
O aluno Gabriel Lopes, de 13 anos, tem perspectivas bastante positivas para o futuro e deseja atuar na carreira policial para defender a população do perigo. "Gostaria de ser policial para ajudar no combate à criminalidade no Brasil", explica.

Crianças também escolhem profissões menos óbvias

Kézia Chagas, 13 anos, prefere não seguir as carreiras tradicionais. Seu sonho é trabalhar como designer e dar vida a diferentes histórias. "Adoro desenho industrial e me encanta o relacionamento entre os personagens e a arte", diz.
 
Na contracorrente da maioria das crianças, a estudante Nina de Andrade, de 12 anos, afirma que deseja seguir a carreira diplomática. "Gostaria de ser diplomata, ajudar as pessoas e conhecer vários países." Questionada se teria outra opção, Nina responde que cursará Direito, pois lhe abrirá muitas oportunidades. "Com o diploma em Direito, posso ser defensora e advogada também", argumenta.
 
Quer saber quais foram os depoimentos das crianças? Assista o vídeo abaixo: 




 
Por: Bruna Somma - [email protected]

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações